quinta-feira, 15 de agosto de 2013


"Na fé, me apresso na prece e peço: Cuida de mim, meu Deus? E livra-me de tudo o que fecha o coração, que trava o riso e que atrasa o passo. Protege-me do azedo da vida, das pessoas amargas, das más emoções e da dureza dos corações. Ensina-me a amar ao próximo com a mesma intensidade que me amo e não mais que a mim mesma. Ilumina-me em minha profundidade, nas minhas decisões e nos caminhos por onde me busco. Pois são nos traços tortos das linhas da vida, que em Deus me endireito."

Nenhum comentário:

Postar um comentário